Pages Menu
Categories Menu

Postado em 10/08/2012 em Ponteiros de Luxo | 0 comentários

Dia dos Pais com o pai do Rolex

Dia dos Pais com o pai do Rolex

Nesta semana de Dia dos Pais, o Blog da Vecchio vai tentar atingir em cheio os corações de quem curte o mundo das joias e dos relógios, mas também está procurando por histórias voltadas a esta data tão emocional do ano. Portanto, que assunto mais adequado para este post do que a história do alemão Hans Wilsdorf, o paizão da marca Rolex?

Nascido em 22 de março de 1881, em  Kulmbach, Bavaria, Hans ficou órfão logo cedo, aos 12 anos de idade. Inclusive, essas dificuldades contribuíram para que o jovem se tornasse autossuficiente logo cedo, fato que anos depois o próprio Hans creditaria como chave para  seu sucesso.

founder-Hans

A educação sólida do rapaz, que futuramente fundaria a Rolex, foi obtida em um internato de renome, e nesta época ele já apresentava inclinação para a matemática e para as línguas. A sua aptidão foi o pontapé inicial para o também começo da sua carreira, já que ele começou a viajar bastante para trabalhar em países do exterior.

No ano de 1900, Hans foi para La Chaux-de-Fonds, na Suíça, trabalhar com relógios. Foi nesta época que ele teve a oportunidade de conhecer mais profundamente a indústria da relojoaria, analisando cada modelo suíço e garantindo a experiência necessária para levar seus planos adiante.

Em 1903, o alemão trabalhou em outra boa empresa do ramo, agora em Londres, quando reparou que seus empregadores tinham muita força comercial, porém pouca especialização. Em 1905, consciente de suas habilidades, mesmo que tivesse apenas 24 anos, Hans sentiu-se preparado para começar seu próprio negócio.

founder-rolex

Os negócios

Como já dissemos no parágrafo acima, em 1905, Hans escolhe seu cunhado Alfred James Davis para lançar uma empresa especializada na venda de relógios e peças. A Wilsdorf & Davis, então, trata de firmar uma parceria com a Hermann Aegler, de Bienne. Foi esta relojoaria suíça que passou a fornecer os relógios de pulso para a importação da empresa de Hans, uma sacada e tanto para aquela época!

founder-wilsdorf-&-davis

Três anos após sua fundação, em 1908, uma guinada radical acontece: Hans registra a marca Rolex para a Wilsdorf & Davis, para facilitar a pronúncia em línguas estrangeiras. Mal ele sabia que o seu negócio mudaria os rumos da relojoaria mundial!

founder-rolex-1908

Assim como a história não nos cansa de mostrar, os rumos da humanidade sempre mudam radicalmente quando uma pessoa “fora da caixinha” resolve botar em prática suas ideias. Em um tempo em que os relógios de bolso predominavam, Hans teve o “insight” de que os modelos de pulso viriam para suplantá-los. E não apenas a precisão era levada em conta: esses relógios podiam ainda aliar elegância e status.

Foi desta simples aspiração que surgiu a Rolex, mas vamos deixar a história grandiosa desta marca para outro post, certo? Mesmo porque a trajetória de Hans não para por aqui! Em 1946, ele ainda fundou uma outra marca de relógios, a Tudor, subsidiária da Rolex, porém com preços mais acessíveis. Outra decisão impressionante aconteceu em decorrência da morte de sua esposa, em 1944, quando ele estabeleceu a Fundação Hans Wilsdorf na qual depositou as ações da Rolex, para ter certeza de que parte da renda da empresa fosse destinada à caridade.

founder-tudor

A Rolex é uma fundação até os dias de hoje, mesmo após a morte de Wilsdorf, que aconteceu em 1960, em Genebra. Agora me digam: tem história mais inspiradora do que a de Hans para o Dia dos Pais que se aproxima?

Quer comprar um Rolex? Acesse no e-commerce e conheça os modelos disponíveis!

0 Comentários

Trackbacks/Pingbacks

  1. 007 Marcado para a Morte: Rolex Submariner | Vecchio JoalheirosVecchio Joalheiros - [...] Rolex está intrinsecamente ligada à imagem do charmoso espião britânico. Foram anos e anos de filmes [...]

Responder o comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>