Pages Menu
Categories Menu

Postado em 7/09/2012 em Porta Joias | 2 comentários

Proclamação da República e as joias da família real

Proclamação da República e as joias da família real

Passado apenas um dia da data que comemora a Proclamação da República brasileira, o Blog da Vecchio não poderia abordar assunto mais conveniente. Isso porque a História do Brasil está intimamente ligada à de Portugal, sendo impossível dissociar uma nação da outra. É por este motivo que a chegada da família real portuguesa ao nosso País, em 1808, é tão importante.

recepcao-familia-real-portuguesa-brasil

Família Real Portuguesa em sua chegada ao Brasil

Com os membros do tradicional clã aportando em nossas terras, não só a nossa História teria seu curso alterado, mas também tomaríamos contato com algumas das joias mais impetuosas que o Brasil já viu. Não é segredo algum que a nobreza daquela época valorizava demais o uso dessas peças preciosas, então imagina só como esta tendência era aplicada para a mais importante família da nação?
Foi com isso em mente que preparamos o post de hoje, onde mostraremos joias utilizadas por algumas das personalidades mais citadas em nossos livros de História. Prontos? Então lá vamos nós…

Coroa Real

Esta, talvez, seja a joia mais representativa do período imperial. Fabricada aqui mesmo no Brasil, mais precisamente no Rio de Janeiro, a peça foi vista pela primeira vez em 1817. A Coroa Real teve como seu primeiro dono D. João VI, na época de sua aclamação, sendo utilizada depois por todos os reis subsequentes. A sua última aparição foi na aclamação de D. Manuel II.

coroa-real-portuguesa

Cora Real Portuguesa

Gargantilha de D. Carlota Joaquina

Fabricada em Portugal, na segunda metade do século XVIII, esta peça entra na história luso-brasileira por ser um presente oferecido por D. João VI à Rainha D. Carlota Joaquina. Assim como muitas outras joias do período, esta gargantilha de ouro, prata e brilhantes foi roubada em Dezembro de 2002, na cidade de Haia, na Holanda, enquanto estava exposta em um museu.

gargantilha-carlota-joaquina

Gargantilha em ouro, prata e brilhantes dada por D. João VI à Rainha  D. Carlota Joaquina

Tiara Bragança

tiara-braganca

Tiara Bragança

Também chamada de Tiara Brasileira, a joia foi fabricada no século XVIII e modernizada em 1820, quando foi dada de presente a Dona Amélia de Leuchenberg, segunda esposa de D. Pedro I e nossa segunda imperatriz. Com a sua morte, a peça foi herdada pela sua irmã Josefina, então rainha da Suécia, razão pela qual hoje a peça é patrimônio daquele país (hoje ela só é utilizada por Silvia, atual rainha sueca). A Tiara Bragança tem centena de brilhantes sobre uma base de ouro e prata, e mede 12,5 cm de altura por 50 cm de largura.

tiara-braganca-com-silvia-rainha-suecia

Tiara Bragança com sua atual dona, Silvia, rainha da Suécia.

Anel de D. João VI

Fabricada em Portugal, também na segunda metade do século XVIII, esta joia de ouro pertenceu a D. João VI e também se perdeu no roubo de Haia, como já mencionamos anteriormente.

anel-de-ouro-dom-joao-VI

Anel de ouro de D. joão VI

É claro que estes foram só alguns exemplos de joias utilizadas pela realeza luso-brasileira. O que não faltam são demonstrações do clã real utilizando peças pra lá de suntuosas, então seria impossível listar tudo o que poderíamos e gostaríamos em um único post. Mas, para terminar, resolvemos modernizar a coisa toda sem sair do tema (literalmente para fechar com chave de ouro!).

joias-inspiradas-na-princesa-brasileira-paola-de-orleans-e-braganca-dryzun

Em 2008, a princesa brasileira Paola de Orléans e Bragança inspirou 37 joias da Dryzun. A tataraneta da princesa Isabel ainda participou como modelo da campanha, além de acompanhar de perto todas as etapas de produção da coleção.

paola-de-orleans-e-braganca-foi-modelo-da-colecao-de-joias-dryzun-inspiradas-nela

Paola de Orleans e Bragança

Pois é, as joias e a família real continuam entre nós, e quer saber de uma coisa? A gente agradece!

2 Comentários

  1. Gostaria de deixar uma correcção:

    O quadro apresentado na primeira imagem deste Blog não representa a família real portuguesa, mas sim, a família real espanhola dos Bourbon, mais concretamente o Rei Carlos IV e a Rainha Maria Luísa de Parma, pintados por Goya.
    Creio ser relevante fazerem a correcção da legenda.

    Atenciosamente, Vítor Albuquerque

  2. Olá Vitor, tudo bem?

    Agradecemos imensamente pelo feedback e pedimos desculpas pelo nosso erro.
    Estamos procurando uma imagem da família real portuguesa para substituirmos.

    Agradecemos a visita e esperamos poder contar com mais participações suas!

    Att. Vecchio Joalheiros

Responder o comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


*