Pages Menu
Categories Menu

Postado em 15/08/2014 em Ponteiros de Luxo | 0 comentários

Relógios Omega: Das Olimpíadas à Lua

Relógios Omega: Das Olimpíadas à Lua

Falar de relógios e ignorar a história da Omega é quase um assassinato da História. Por isso mesmo, para não cometermos esta injustiça, vamos fazer um post inteirinho sobre esta marca que tanto representa para o mundo da relojoaria de luxo. Comparada apenas à Rolex em termos de tradicionalismo, a Omega mantém ainda hoje a sua essência firmada de muitos anos atrás, ou seja, ela ainda encara a produção dessas peças como uma arte, sempre buscando inovação perante o mercado.

Fundada em junho de 1848, em La-Chaux-de-Fonds, na Suíça, a grife teve como seu precursor o jovem Louis Brandt, de apenas 23 anos de idade. Naquela época, ele utilizava os invernos para montar artesanalmente suas “obras de arte” (a partir de peças adquiridas com fornecedores da região) e, no restante do ano, saía em viagem pela Europa para vendê-las.

Louis Brandt, fundador da relojoaria precursora da Omega

Louis Brandt, fundador da relojoaria precursora da Omega

Com a sua morte, em 1879, seus filhos Louis-Paul e Cesar decidiram abandonar os fornecedores (que faziam entregas irregulares de equipamento) e resolveram produzir tudo por conta própria. Surgia, então, o embrião do que anos depois se transformaria em uma das mais suntuosas marcas de relógios da atualidade.

Os primeiros passos

Devido à infra-estrutura oferecida pela cidade, a Ômega se mudou para Bienne. O sucesso veio com duas linhas de relógios produzidas em série que caíram no gosto popular: Labrador e Gurzelen. As vendas dessas peças permitiram que nos anos posteriores os irmãos fossem os maiores produtores de relógios da Suíça, com cerca de 100 mil unidades.

Omega Labrador

Omega Labrador

A guinada, porém, veio em 1894, quando François Chevillat idealizou um relógio de fácil manuseio e preço acessível. Esta peça levou o nome de Omega, a última letra do alfabeto grego que traz a ideia de excelência e perfeição. O sucesso do relógio foi tanto que a partir de 1903 todos os demais produtos da grife passaram a levar o nome Omega, chegando perto dos padrões que conhecemos hoje em dia.

Desenvolvimento do relógio Omega que deu origem a denominação da marca

Ainda em 1903, com a morte dos irmãos, quatro jovens herdeiros assumiram o negócio (com seus 800 empregados e 240 mil peças produzidas anualmente). O mais velho dentre eles, Paul-Emile Brandt, que anos depois seria considerado o grande arquiteto da marca Omega, mostrou bastante a sua influência nos negócios a partir de então.

Das Olimpíadas à Lua

A marca sempre se manteve bem alinhada aos esportes. Ainda em 1909, a Omega esteve presente no campeonato de balonismo Gordon Bennet Cup. Já em 1917 e 1918, as forças aéreas britânica e americana adotaram a marca como a supridora oficial de relógios para as suas unidades. Além disso, devido à alta precisão dos seus cronômetros, a Omega está presente nas Olimpíadas desde 1932, sendo que esta parceria com a maior competição esportiva do mundo perdura até os dias de hoje!

Destaque também para o Omega Speedmaster, um modelo bastante conhecido por ser oficialmente adotado pela NASA para acompanhar seus astronautas em missões espaciais. Isso porque após uma bateria de testes com algumas das relojoarias de luxo mais tradicionais do mercado, o relógio da Omega foi o único a suportar os testes de temperatura, pressão e choque.

Omega Speedmaster, relógio usado pelos astronautas da NASA

Omega Speedmaster, relógio usado pelos astronautas da NASA

Em 1962, o modelo chegou à órbita terrestre pela primeira vez. Porém, o reconhecimento mesmo veio em 20 de julho de 1969, quando o Speedmaster foi o responsável por medir quanto tempo Neil Armstrong e Buzz Aldrini ficaram em solo lunar.

0 Comentários

Trackbacks/Pingbacks

  1. Natal online com os relógios da Vecchio | Vecchio JoalheirosVecchio Joalheiros - [...] Saiba mais sobre a relojoaria Omega! [...]

Responder o comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>