Pages Menu
Categories Menu

Postado em 15/11/2013 em Ponteiros de Luxo | 0 comentários

TAG Heuer: Conheça a história da marca “vanguardista suíça desde 1860″

TAG Heuer: Conheça a história da marca “vanguardista suíça desde 1860″

Pensar em TAG Heuer é involuntariamente aflorar no subconsciente a imagem de relógios e cronógrafos esportivos de alta precisão e estética. Acima de tudo, TAG Heuer (a pronúncia é Tag-ho-yer) é sinônimo de luxo e sofisticação, principalmente quando seus modelos mais populares são associados aos pulsos de celebridades em evidência – como a tenista Maria Sharapova, o jogador de golfe Tiger Woods e os atores hollywoodianos Brad Pitt, Leonardo Di Caprio e Uma Thurman.

Campanha da TAG Heur com a tenista Maria Sharapova

Impulsionada pelo slogan “Swiss Avant-Garde since 1860″ (Vanguardista Suíça desde 1860), a marca não vende só requinte; ela aposta na filosofia evolucionista – em termos de tecnologia, escolha de materiais e design – para se destacar das concorrentes. Vai ver é por isso que a grife ostenta hoje a posição de quarta maior fabricante de relógios de luxo do mundo, perdendo apenas para Rolex, Cartier e Omega.

Indicada para homens e mulheres, a TAG Heuer faz parte do Grupo LVMH (Louis Vuitton Moet Hennessy), gigante conglomerado francês de bens de luxo que detém também a Hublot e a Dior Watches, por exemplo. Alguns dos relógios de pulso TAG Heuer mais populares são o Monaco, o Carrera e o Kirium.

151 anos de história

Com apenas 20 anos, em 1860, o suíço Edouard Heuer fundou a sua oficina na cidade de St-Imier com o objetivo de reduzir a forma como o tempo era medido. Nove anos depois, em 1869, ele patenteou o primeiro cronógrafo a marcar 1/5 de segundo. Já nos anos 1900, a marca criada por Edouard apresentou o primeiro cronógrafo para painel de automóveis (1911) e outro para medição dos centésimos de segundo (1916).

Em 1964 foi lançado o cronógrafo Carrera. Em homenagem à “Carrera Panamericana México”, corrida de estrada dos anos 50, o modelo é frequentemente associado ao automobilismo. Dez anos depois, em 1974, outro modelo seria relacionado ao esporte. O Silverstone, com design quadrado arredondado, acabou por virar “bibelô” dos pilotos Emerson Fittipaldi e Clay Regazzoni.

O piloto Clay Regazzoni com o modelo Silverstone da TAG Heuer

Se você puxar na memória também deverá lembrar duas campanhas ligadas ao tema. “Don’t crack under pressure” (Não quebre sob pressão), lançada em 1991, que enaltecia pilotos-mito como Ayrton Senna e Michael Shumacher. Outra que ganhou bastante repercussão foi a “Sucess. It’s a mind game” (1995), que em tradução literal para o português significa “Sucesso. Isso é um jogo mental”.

Campanha “Don’t Crack under pressure” da TAG Heur com Ayrton Senna

Ainda sobre o ramo esportivo, merece menção a Série 2.000, marcada pela resistência à água (em até 200 metros de profundidade), aro giratório unidirecional, ponteiros luminosos, coroa rosqueada, fecho de dupla segurança e visor de safira resistente a riscos. A linha de óculos Sport Vision (2002) também veio para incrementar a categoria. Apresentando lentes para diferentes esportes, como esqui, tênis, golfe e automobilismo, a série contava com modelos que custavam entre R$ 1,8 mil e R$ 2,6 mil.

TAG Heuer remete também à ideia de exuberância e, consequentemente, joias e pedras preciosas. Nesse quesito destacam-se o Chronosplit (1975), primeiro cronógrafo de pulso do mundo feito de quartzo e com mostrador LED; a Série S/El (1987), também conhecida por Sport/Elegance; e o Diamond Fiction (2005), primeiro relógio com mostrador de diamantes, limitado a três unidades, que exibe horas quando 54 pedras preciosas se iluminam de vermelho cintilante.

Diamond Fiction, primeiro relógio com mostrador de diamantes

Outros momentos marcantes da rede foram os lançamentos do Monaco (1969), primeiro cronógrafo automático com micro-rotor; do Kirium Ti5 (1997), feito de titânio grau 5 e fibra de carbono; da linha Alter Ego (1999), voltada exclusivamente para mulheres; e do Meridiist, primeiro celular da marca comercializado por valor mínimo de US$ 5.500.

Visibilidade


A TAG Heuer ganhou o mundo, por assim dizer, quando o ator Steve McQueen apareceu com o relógio Monaco no longa-metragem “Le Mans” (1971). Rodado durante a tradicional corrida que dá nome ao filme, que tem 24 horas de duração e era uma das mais perigosas da época, “Le Mans” é uma referência para os fãs do automobilismo. E, claro, Steve McQueen virou o primeiro embaixador da marca.


Steve McQueen usando o modelo Monaco da TAG Heuer no filme “Le Mans”

Onde e quanto?

Os modelos TAG Heuer estão disponíveis em mais de 100 países, por meio de lojas autorizadas e joalherias de renome. As peças da marca – com exceção de séries e modelos especiais – variam de US$ 600 a US$ 15 mil. Outra opção de disponibilidade são as 11 lojas próprias da rede em associação com revendedores gabaritados.

Campanha TAG Heuer modelo 6000 Quartz Chronograph

Na Vecchio Joalheiros você encontra os mais variados modelos seminovos da marca TAG Heuer com preços e condições especiais durante o ano todo. Confira !

TAG Heuer modelo Kirium

Curiosidade


Veja mais fotos da TAG Heuer na Page da Vecchio Joalheiros !

Observação: A representante oficial da marca TAG Heuer no Brasil é a H. Stern.

Responder o comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>